Porque votamos na Dilma!

Ressaca de Campanha? Sobre IDH, tem gente que fala e entende o que quer.

Posted on: novembro 6, 2010

  • In: Economia e Desenvolvimento
  • Comentários desativados em Ressaca de Campanha? Sobre IDH, tem gente que fala e entende o que quer.

A resposta que transparece já na 1ª semana pós-eleição é de que a ofensiva da imprensa continuará bem como o esforço de parte da sociedade de interpretar os fatos da forma mais conveniente a suas aspirações ideológicas. No dia seguinte à eleição de Dilma, o destaque dos jornais foi uma especulação sobre a candidatura de Lula em 2014. Da parte de certos comentaristas, o objetivo foi  provar de todas as maneiras que a oposição saíra vitoriosa do processo eleitoral (negando qualquer comprometimento com os ideários democráticos e republicanos).

Até aí estavam transitando no campo ideológico e astrológico.

A nova polêmica é quanto aos resultados do IDH, onde transparece o desconhecimento técnico da realidade ou tentativas de distorção dos fatos. Da parte dos eleitores45, há tímido movimento de euforia: “VIU? O Lula acabou com o Brasil com seu populismo descarado. Te falei!”. Não torcem pelo Brasil.

O foco das manchetes é: “Brasil está pior do que América Latina”. A partir daí, cada um entende da forma que quiser. Uns leem, outros não. A análise técnica dos fatos, explicita que o país avançou bastante mas ainda tem MUITO o que avançar. A herança secular do atraso precisa ser solucionada. Isto implica em aprofundar BASTANTE a priorização dada à educação e os investimentos em saneamento. Reflete o que vemos em outros números.

Não é motivo de comemoração. Mas é bom para renovar a esperança e a confiança.

Ao invés de expor minha análise, prefiro dar a vez ao conteúdo de uma das publicações. Do Estado de São Paulo, a avaliação sensata:

Brasil avança, mas é só 73º em desenvolvimento humano

“O Brasil foi o país que mais avançou no ranking do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) preparado pelo Programa das Nações Unidas para Desenvolvimento (PNUD). No documento deste ano, divulgado hoje, o Brasil passa a ocupar a 73ª colocação, desempenho suficiente para que integre o grupo de países de desenvolvimento humano elevado. Apesar do crescimento, o País ainda apresenta traços importantes de desigualdade social. (….)

A alteração deste ano fez com que índices de vários países, incluindo o Brasil, despencassem em relação ao ano passado. “Mas esses são números que não podem ser comparados. A metodologia é outra, o padrão é outro. É como se estivéssemos usando uma nova régua”, compara Comim. (…)

São esses números que podem ser confrontados. E, por esse aspecto, o Brasil cresceu bastante. (..) ‘O País cresceu de forma harmônica em várias áreas. Não foi algo pontual’, analisa Comim. O que ainda amarra a colocação nacional é a qualidade da educação, avaliada pelo novo índice “anos de estudo esperados””, uma espécie de expectativa de vida educacional. Ao longo dos últimos cinco anos, o número de anos escolares esperado caiu de 14,5 para 13,8. (…)

Apesar da evolução durante o ano, o Brasil continua a exibir um IDH menor do que a média da América Latina e Caribe, que é de 0,704. A comparação com alguns países vizinhos também é desfavorável. A estimativa é de que um brasileiro viva menos 5,9 anos, tenha média de escolaridade 2,5 anos menor e consuma 28% menos do que uma pessoa nascida no Chile, o 45º no ranking. Outros países também apresentaram classificação melhor: Argentina (46º), Uruguai (52º), Panamá (54º), México (56º), Costa Rica (62º) e Peru (63º).

http://www.estadao.com.br/noticias/geral,brasil-avanca-mas-e-so-73-em-desenvolvimento-humano,634584,0.htm

Por João Paulo Braga

Anúncios

  • João: Caro, Mildred. Obrigado pelo comentário. Os textos aqui publicados são baseados em nossas experiências e percepções da realidade. Para esta p
  • Mildred: Não tenho 'medo' de democracia, mas sim da HIPOCRISIA praticada pelo PT que sempre se colocou contra todos os erros e falcatruas do restante dos par
  • Leon Unger: Soi cineasta, o blog que inseri se refere ao filme atual que estou trabalhando. Mas con relação ao seu post, mesmo com os incentivos que existem pa
%d blogueiros gostam disto: